SACA SÓ II 

 PRAÇA STO AGOSTINHO | SP 

FICHA TÉCNICA
  • Projeto: Urb-i

  • Status: Implementado - 2016 julho 

  • Local: Praça Sto Agostinho, São Paulo, Brasil

  • Equipe : Fernanda Mercês, Carolina Guido, Paulo Franco, Yuval Fogelson, Jessica Grömminger, Lena Hoppe, Priscila Sbampato, Juliana Kakitani, Isabel Maciel, Leonardo Nogueira, Henrique Vital,  Luisa Figueiredo,  Celia Ochi, Gilvan Bomfin

PROJETOS

A IDÉIA

O projeto nasceu da nossa vontade de transformar a cidade em que vivemos. Do vício por mapas e por viajar no streetview, surgiu o projeto de mapeamento de espaços residuais, em que destacamos pontos de oportunidade: espaços públicos subutilizados e que poderiam ganhar uma nova vida e dinâmica com transformações simples.

O “Saca só” é nome da série de intervenções realizadas pela cidade, com o objetivo de chamar a atenção para o espaço “esquecido” tornando-o mais agradável para as pessoas.

Além da colaboração no processo de escolha e transformação do lugar, a ideia é que as pessoas passem a experimentá-lo e ajudem na manutenção local.

A convivência entre os envolvidos e seus feedbacks difundem cada vez mais a cultura colaborativa na busca da melhoria do espaço. Mostram a população o poder da transformação, além de trazer questionamentos sobre o uso do espaço público e maneiras gerir e produzi-lo.

STO AGOSTINHO FASE TEMP
STO AGOSTINHO ANTES
O LOCAL E EQUIPE

A segunda intervenção da série aconteceu no bairro da Aclimação, na Praça Santo Agostinho, local de fluxo intenso de pessoas. A população utiliza a rua para caminhar, pois a calçada é estreita e o movimento de carros é pequeno. Pelo entorno há equipamentos como a estação de Metrô Vergueiro, Centro Cultural, escolas, faculdade e serviços, além de ser uma região residencial verticalizada. O local é bem servido de estacionamentos particulares.

Diversos vendedores ambulantes utilizam o espaço para vender seus produtos, mas a oferta de áreas para descanso é escassa, já que a maior parte da praça é reservada ao automóvel como estacionamento.

Escolhemos uma das passagens de pedestres de aproximadamente 30m². Atualmente, é usada como área de estar pelas pessoas no dia-a-dia e incluímos uma vaga de carro temporária anexa a este espaço.

Tivemos no processo duas etapas principais: na primeira realizamos um evento, limpando o espaço e pintando o piso, além de uma primeira prospecção de como organizaríamos o mobiliário.

Para a segunda, uma semana depois, arrecadamos material para o mobiliário, doados por colaboradores, como pallets, plantas, vasos, perfis de madeira. Visto o que conseguimos, finalmente produzimos tudo com a ajuda dos colaboradores.

O lugar para ter o efeito esperado, deveria ficar “com cara de pronto”.

sto agostinho 01
sto agostinho 02
sto agostinho 03
sto agostinho 04
sto agostinho 05
sto agostinho 06
sto agostinho 07
sto agostinho 08
sto agostinho 09
sto agostinho 10
sto agostinho 11
sto agostinho 12
sto agostinho 13
sto agostinho 14
sto agostinho 15
sto agostinho 16
sto agostinho 17
sto agostinho 18
sto agostinho 19
sto agostinho 20
sto agostinho 21
sto agostinho 22
A INTERVENÇÃO E GESTÃO

Desde o dia em que fizemos a pintura no piso, observamos o comportamento da população em relação a nova demarcação: se ela seria suficiente ou não para inibir o estacionamento de veículos. No entanto, logo vimos o primeiro sinal de resistência – moto e veículo estacionados sobre a pintura. Deixamos avisos pedindo para respeitar o novo espaço, destinado ao convívio.

Com o tempo, tanto as motos como veículos passaram a respeitar o lugar e pessoas passaram a ocupar a área ao longo do dia e a noite com o comércio temporário incentivando um uso maior do espaço. Semanalmente a mini-praça permaneceu limpa e mantida.

A experiência continua em curso, porém, numa nova etapa de desafio: no início de agosto, após reunião com representantes do colégio Santo agostinho, parte do mobiliário foi retirado pela escola, alegando que a vaga temporária de 15 minutos foi solicitada pelos pais dos alunos.  O espaço para pedestres ficou reduzido a pequena área de 30m2 e a vaga de carro voltou a ser usada por veículos.

VÍDEO RESUMO SACA SÓ I + SACA SÓ II